terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Precisando de um Motoboy? Chame Motoboy

Chame Motoboy SP
Motoboys para toda São Paulo

Motoboys no Transito de São Paulo

Esse Vídeo é uma pequena homenagem a profissão de MOTOBOY

É Impressionante ver a quantidade de Motoboys que circulam todos os dias em meio ao transito Caótico de São Paulo, ainda não se imagina uma forma mais rápida de execução de alguns serviços. Cartórios, Bancos, pequenas entregas e cargas, tudo pode ser transportado por um Motoboy.
Nossa Empresa se especializa sempre em atender.
Sem uma necessidade de cadastro prévio qualquer possível cliente pode chamar um Motoboy na hora que precisar, o orçamento é passado no ato do contato e o pagamento pode ser efetuado avista. Procuramos sempre uma solução em nossos serviços.


domingo, 2 de dezembro de 2012

3333 3300 Chame Motoboy

Chame Motoboy

Chame Motoboy é a Empresa de Motoboy que de forma mais eficiente atende chamados de Clientes em São Paulo, sem a burocracia e com toda segurança de quem lidera o Atendimento avulso.
Ligue e peça um Orçamento agora mesmo!
 Nossa Central de Atendimento mantem Motoboys em todos os pontos da cidade para melhor atender.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Quanto tempo é a media para atender um cliente?
Venha conhecer nosso Trabalho! http://www.chamemotoboy.com.br/

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Motoboys: só 2% cumprem novas regras

Sindicato alega que não há tempo para que todos os Motoboys façam curso exigido pelo Contran e pede que início da fiscalização seja adiado

Fonte da Notícia: Márcio Alves, do Metro SP | noticias@band.com.br

Três anos depois de publicada a resolução que regulamenta a profissão de motoboy, apenas 4.000, dos cerca de 200 mil profissionais de São Paulo, estão de acordo com as novas regras, ou seja 2%. A fiscalização começa no dia 4 de agosto.

Ontem, o Sindimotos (sindicato dos motoboys) fez uma reunião com representantes do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), prefeitura, CET e governo do estado, para tentar adiar novamente o início das fiscalização.



Chame Motoboy


Entre as exigências do Contran estão idade mínima de 21 anos, carteira de habilitação na categoria A com validade de pelo menos 2 anos, antecedentes criminais e um curso de capacitação de 30 horas. As motos terão de ser brancas.

Os motociclistas deverão andar com coletes e capacetes com dispositivos refletivos, proteção para motor e pernas, além de antena “corta-pipa”. Quem não respeitar a norma está sujeito a multa de R$  191,54, além de 7 pontos na carteira de habilitação.

Segundo Gilberto Almeida dos Santos, presidente do Sindimotos, a prorrogação é necessária porque os centros de formação não conseguirão absorver a demanda dos mais de 196 mil profissionais. “É impossível que todos consigam fazer o curso até o começo das fiscalizações.  Queremos um tempo de experiência”, diz.

Procurada, a CET não quis se pronunciar sobre a reunião.  O Contran e o governo estadual também não quiseram se manifestar.


Notícia Original: http://www.band.com.br/noticias/transito-sp/noticia/?id=100000517861

Apoio : http://www.chamemotoboy.com.br/

 

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Emprego de Motoboy

Se você mora em São Paulo ou Região, Trabalhou ou Trabalha como Motoboy gosta da pratica de serviços esporádicos ou Contratos e tem disponibilidade em executar tarefas diversas, conhecemos uma Ótima Empresa em São Paulo que disponibilisa, Cesta Básica, Beneficios, Registro em Carteira e muitas outras vantagens.
Trabalhamos com uma Divulgação clara e direta aos nossos Clientes, tornando fácil e rentável a vida de nossos Profissionais.
Venha fazer parte do nosso quadro de funcionários.
Preencha um cadastro ou entre contato conosco em nosso telefones.
Ou visite o nosso site!

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Motoboy 24 horas! Mito ou Marketing enganoso?

Cada vez mais a briga por divulgação em Sites de Motoboys na Internet fica mais acirrada, inúmeras Empresas oferecem seus serviços e até mesmo alguns Autónomos se divulgam na Rede.
Por muitas vezes os Sites seguem um padrão de qualidade e de segurança em oferecer seus serviços, mas ainda fica uma Duvida!
Motoboy 24 Horas
Motoboy 24 horas

Os Sites que anunciam serviços de Motoboy 24 horas, oferecem realmente 24 horas?

Alguem já tentou solicitar esse serviço e foi atendido?

Fica a minha Duvida!

Conheço uma Empresa que presta esse tipo de serviço, mas conheço que não soa muito como comum, por que na maioria das vezes notasse a cara de surpresa de um cliente ao fazer o pedido.

Conheço uma empresa que presta esse tipo de serviço:
 Empresa Chame Motoboy 24 horas.
 

Mas por enquanto só conheço esse mesmo!
Gostaria de um relato aqui ou até mesmo a citação de alguma outra. Se conseguirmos constatar que ela realmente presta serviços 24 horas postamos aqui no Blog.
Participem!

Motoboy na Escuta

terça-feira, 3 de abril de 2012

Como contratar Empresas de Motoboy

Saiba como contratar uma boa empresa de prestação de Serviços.

Toda empresa precisa se relacionar com outras empresas que fornecem produtos ou prestam serviços. Principalmente as pequenas, que não podem arcar com o custo de resolver todas as questões comerciais, legais, financeiras ou técnicas internamente. É o processo de terceirização, definido como a transferência para terceiros de serviços que precisam ser realizados na empresa.

Referências

Segundo o consultor do Sebrae, Boris Hermanson, é preciso tomar alguns cuidados na hora de escolher um parceiro como prestador de serviços. Primeiramente, a empresa deve certificar-se de que a terceirização é legal, ou seja, se o serviço a ser contratado não envolve atividades ou fins essenciais da empresa. A partir daí, o Sebrae recomenda os seguintes cuidados antes de fechar um acordo de terceirização.

1. Legalização e idoneidade da empresa prestadora
Antes de escolher o prestador de serviço, é importante verificar junto aos órgãos públicos se a empresa está regularizada, tanto com relação a sua constituição (legalização) quanto às obrigações tributárias e legais (idoneidade). Quando os serviços forem prestados por um profissional autônomo, deve-se analisar se ele está regularmente inscrito no conselho ou órgão de classe responsável pela fiscalização daquele tipo de atividade, e se está em dia com o pagamento das anuidades devidas àquele órgão.

2. Referências comerciais
Analisar as referências comerciais da empresa contratada também é fundamental. Algumas empresas apresentam uma relação de seus clientes, fornecedores e bancos com os quais trabalha. Essas empresas devem ter prioridade na hora da escolha. Entre os fatores que devem ser avaliados estão a pontualidade na execução e a qualidade dos seviços prestados.

3. Situação financeira
Também se recomenda pesquisar e avaliar a situação financeira da empresa a ser contratada. Isso é importante para garantir que a empresa irá cumprir o que foi combinado.
Fonte: https://www.facebook.com/profile.php?id=100003206925309

segunda-feira, 2 de abril de 2012

sábado, 31 de março de 2012

20 boas maneras: A educação do motoboy.

Cultura Motoboy

  1. Eu quero ter direito a ter direitos. 
  2. Largar num semáforo sem levar canetada por trás. 
  3. Chegar ao meu destino pelo preço justo.
  4. Quero ter direito a minha mobilidade, reconhecendo nela a mobilidade do outro.
  5. Sou reconhecido pelos Contran, mas não apenas para nos sobretaxar, e sim, poder abrir um manual da auto-escola, e ver que meu amigo, o motorista, antes de pegar sua habilitação, também aprendeu aquilo que todos deveriam saber sobre a MOTO-escola.
  6. Quero diretos, por que sei que também tenho deveres. 
  7. Não queimo a faixa, deixo o pedestre passar. 
  8. Aprendi a me equilibrar, mas não sou equilibrista e a rua não é circo, portanto, motorsta guarde seu celular meu amigo, pilotar não é brinquedo, dirigir muito menos. 
  9. Bebeu vai de táxi, não me peça a minha garupa. 
  10. Corro pelo certo, não faço testes, vou pela cidade e preservo minha vida.
  11. Sou Profissional Motociclistas temos que correr. Eu me cuido e você? 
  12. A moto é minha, o meu celular está a disposição, não tenho patrão! 
  13. Ela me leva, ajuda o trânsito, sustenta minha família, lembre-se disso.
  14. Pelo corredor vou construindo minha mobilidade, me movimento em duas rodas, eu sou motoboy - não sou piloto de moto-velocidade - NÃO DOU FECHADA nos meus companheiros!.
  15. Eu não buzino. O que você ouve é uma licença poética, para mim o trânsito sempre estará livre eu só peço a sua ajuda.
  16. Minha moto-profissional é acelerada, não é de demais? Sou liso mas não imortal - entendeu a BUZINA:?? 
  17. Todos tem o direito de voltar para casa.
  18. Entrego sua carta, seu talão de cheque e sua pizza. Se precisar de mim, eu sempre tenho um segundo capacete. Mas, se lhe exijo o seu respeito é por que também lhe devo, mas lembre-se eu NÃO TENHO FREIO ABS, muito menos AIR-BAG. Se eu bater sou eu e linha pele, asfalto NÂO!!
  19. Se chover não esqueça a seta, a gente sabe disso, está no manual.
  20. Sente só. Vou contra o vento. Não tenho medo da chuva. Não importa a hora, entregarei seus remédios.
Isto não esta no manual.

Motoboy em São Paulo
 Este Matérial foi cedido por: Cultura Motoboy no Facebook.

Não só Motoboys compartilham o Transito

O trânsito de São Paulo

o documentário aqui apresentado mostra o transito em São Paulo de uma forma ampla e imparcial, não vou tentar usar minha colocação de Motoboy convicto para tentar sobrepujar qualquer opinião, mas aconselho assistir um documentário que usou um molde de reportagem internacional, para tirar a sua conclusão ou até mesmo usar isso para dirigir melhor nesse CAOS.
Assista todos as outras partes

O transito de São Paulo alem de Motoboys

Segunda Parte do Documentário

A ideia seria mostrar para todos o que o Transito em São Paulo Atinge, não só Motoboys, mas sim todos. Assista o Próximo capítulo.

O Futuro do transito em São Paulo 3.1/4

Terceira Parte do Documentário

Assista o Próximo Capítulo.

O Futuro do transito em São Paulo Parte 3.2/4


Na penultima parte da Série já podemos ter uma otica diferente

Acredito que vai se poder imaginar como um Motoboy passa por tudo isso! Assista o Proximo Ultima Parte

Ultima parte da Materia o Futuro do Transito em São Paulo


Essa é a ultima parte do Documentário que fala sobre o Transito em São Paulo.


sexta-feira, 30 de março de 2012

Onde conseguir um bom Emprego como Motoboy?

Vagas de Emprego para Motoboy em São Paulo

Todos devem perguntar qual Empresa de Motoboy pode render uma boa vaga de Emprego como Motoboy? Qual regime de trabalho pode ser vantajoso? Onde posso ter uma qualidade de ganhos e benefícios trabalhando como Motoboy? Pretendo dar uma dica para uma boa seleção nesse assunto! Primeiro vamos para o Objetivo como Motoboy: Trabalhar em esporádico? Trabalhar em contrato? Conseguir uma boa quantidade de horas em saídas no dia? Trabalhar em um bom contrato com benefícios? Algumas Empresas prosperas e organizadas estão recrutando a essa Época do ano, mas as boas Empresas sempre exigem mais de seus candidatos. Uma boa apresentação perante Clientes, impõem Uniformes, regem horários de entrada e saída e também não toleram faltas. Minha Dica é uma Empresa que além de ter crescido bastante esses últimos anos é uma Empresa de Motoboy que na minha Opinião olha para um Futuro, onde só as mais organizadas Empresas de Motoboy, podem oferecer o melhor Emprego a um Motoboy. Com atuais quatro unidades (centro, zona leste, zona oeste e zona sul) A Eagle Courier é uma ótima Opção.
Motoboy Emprego
Exigências para vaga:
  •  Habilitação de Moto categoria “A”.
  •  Moto Própria.
  •  Conhecimento de ruas em São Paulo. 

 A Empresa contrata mediante disponibilidade e oferece vagas de Emprego, seguro de vida, Registro em Carteira e benefícios. Venha fazer parte de nosso quadro de Funcionários! Ou mande Curriculum para centro@eaglecourier.com.br

Boa sorte!

sexta-feira, 23 de março de 2012

Manutenção de Moto pra Motoboys

Manutenção de Motos para um Motoboy

Poucos conhecem o paradoxo que envolve a profissão MOTOBOY, o Código Nacional de Transito reza que o veiculo tem de se manter em bom estado de conservação pra circular nas ruas, porem uma moto muito bem cuidada é um alvo fácil para o mercado negro de peças de moto.

Algumas Empresas se especializaram em reformas de Kits de motocicletas e chegam a atender a demanda que se sente obrigada a manter a moto em boa forma, mas por outro lado os Motoboys se veem obrigados a descaracterizar o seu veiculo de trabalho pra não ter para si a atenção dos Ladrões.
Dicas do Blog http://moto.com.br

Sos Moto Pinturas


Dicas que podem ajudar:
- Faça seguro da moto
- Instale alarmes
- Utilize correntes e cadeados
- Insira trancas de segurança
- Monitore a moto com rastreadores
Pontos críticos de furto de motos em São Paulo
• Final da Rodovia Bandeirantes – acesso às marginais (principalmente nos finais de semana e feriados).
• Acesso às marginais (principalmente nos finais de semana e feriados).
• Trevo da Anhanguera, próximo ao SBT, entrada para a Vila Jaraguá.
• Av. Rio Branco, Duque de Caxias, Centro – (à tarde e principalmente à noite).
• Av. São João – embaixo do Minhocão – (à tarde e principalmente à noite).
• Rua General Osório – (à tarde e principalmente à noite).
• Rodoanel em toda sua extensão. Simplesmente por não haver muito policiamento e apenas um posto de polícia rodoviária após a Castello Branco.
• Na região do ABC Paulista – atenção para av. Lions, rua Brasil, av. Prestes Maia, Corredor ABCD e todas as saídas da Via Anchieta a partir do km 14.
Fonte: Associação Brasileira de Motociclistas (ABRAM)
Vacina contra roubo
O principal objetivo dos ladrões de motos é obter lucro com as peças. Uma das medidas preventivas que pode ser adota é a gravação dos caracteres da placa nas peças da moto.
Segundo o proprietário da loja Vacina Contra Roubo, Sinval Silva, se o chassi e o bloco da moto estiverem marcados, os ladrões não têm como reutilizar as peças. Sinval trabalhava remarcando chassi, quando decidiu gravar a sua própria moto. O projeto deu certo e ele optou por expandir o negócio. Hoje, atende a uma enorme demanda de motociclistas que possui suas motos devidamente vacinadas.
De acordo com ele, além dos selos especiais refletivos, os caracteres da placa do veículo são únicos, definitivos e de fácil identificação, por isso são gravados nas peças.
“As motos vacinadas passam a ter suas peças registradas e identificadas, impossibilitando a comercialização. Se o ladrão tentar raspar a numeração, danificará a peça por total. Mas por uma questão de confirmação e segurança existe outra identificação interna que é impossível de ser removida”, assegura.
Fonte: MotoVrum Edição 14 de Setembro


Fonte:
Moto Vrum



Estatisticas são alarmantes.

Segundo o Site http://www.pequenasnotaveis.com.br :

Motocicletas mais roubadas/furtadas no Brasil (em quantidade)

1. HONDA CG125 13.051
2. HONDA CG150 7.594
3. HONDA CBX 4.023
4. HONDA C100 2.431
5. YAMAHA YBR 2.338
6. HONDA NXR150 1.459
7. HONDA BIZ 1.367
8. SUZUKI EN125 1.169
9. HONDA XR 1.154
10. HONDA NX-4 1.008

O problema inicialmente que observamos é uma interpretação enganosa por parte das estatísticas, onde motos da Honda são mais roubadas, portanto muitos presumem que logo são as mais visadas... mas mostrando este número em proporção de motos existentes e quantas foram vítimas de furto/roubo, a coisa muda um pouco:

Motocicletas roubadas/furtadas com maior freqüência (onde é mais provável você perder sua moto)

1. HONDA CB 600F (1%)
2. HONDA NX-4 FALCON (0,93%)
3. HONDA CBR (0,82%)
4. HONDA CBX 250 (0,6%)
5. HONDA CB 500 (0,56%)
6. YAMAHA FAZER (0,6%)
7. HONDA XR 250(0,46%)
8. YAMAHA XT 600(0,45%)
9. YAMAHA LANDER (0,43%)
10. SUNDOWN STX (0,40%)

De acordo com os dados acima, a cada 100 unidades da moto honda CB 600F (a hornet), uma é vítima de furto ou roubo, já a CG, campeã em número, não aparece justamente por ser a moto mais vendida do Brasil.

Outro fator muito importante é a cidade onde você mora, ou circula com a moto, segue abaixo uam tabela com as cidades campeãs em roubo:

As cidades com a maior freqüência de veículos roubados/furtados

1. DIADEMA (SP) 1.629 (1,25% de sua frota)
2. ITAQUAQUECETUBA (SP) 503 (0,912%)
3. DUQUE DE CAXIAS (RJ) 1.415 (0,91%)
4. TABOÃO DA SERRA (SP) 643 (0,902%)
5. HORTOLANDIA (SP) 511 (0,9%)
6. SALVADOR (BA) 5.445 (0,88%)
7. PRAIA GRANDE (SP) 628 (0,85%)
8. EMBU (SP) 480 (0,82%)
9. NOVA IGUACU (RJ) 1.152 (0,82%)
10. VARZEA GRANDE (MT) 747 (0,81%)

Bem, é isso, fica aí pra pensar um pouco mais sobre o assunto, que tenho certeza que é de interesse de todos os proprietários de motos...

Peguei os dados acima na seguinte fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasi...732193628.html
Isso deixa a vida dos Motociclistas em São Paulo muito mais complicadas.

Fica a nossa dica:
-Não compre peças de procedência duvidosa! Você pode estar patrocinando isso tudo.




segunda-feira, 12 de março de 2012

Como são cobrados os serviços de Motoboy em São Paulo

Como são cobrados os serviços de motoboy em São Paulo?



Muitas Empresas hoje usam tabelas e formas de tarifação diferentes, algumas usam a hora com sua saída mínima de duas horas para tarifar um serviço e outras usam o que chamamos de ponto. A hora corrida como é mais conhecida foi o primeiro sistema de cobrança por serviços de Motoboy que se conhece, depois veio os pontos com o intuito de agilizar algo que por muitas vezes acontecia quando o Motoboy queria atrasar o serviço para cobrar mais por ele. Tem ainda outra forma de cobrança que usa a distância tarifada a partir do marco zero da cidade como referencia ao ponto onde está o Cliente. Talvez se narrássemos com o é o cotidiano de vida de um Motoboy e suas expectativas, algumas pessoas entendam melhor o porquê da postura de um Motoboy perante a todos os serviços.

Começaremos com o fato de que existe uma competição pela ordem de saída para a ordem de serviço imposta pela ordem de chegada a empresa pelo Motoboy. Imagine que se uma Empresa começa o seu expediente as oito horas da manhã, a competição ao serviço já começa antes que a firma comece. Muitas vezes o Motoboy chega de uma até duas horas mais cedo. Depois vem o mais complicado! O nosso herói ou vilão tem de executar o seu chamado o mais rápido possível para que retorne e preencha mais uma vez a vaga na fila de Motoboys que esperam a saída. No transito ele está exposto a todo tipo de risco, sua moto pode ser roubada em uma simples parada de semáforo, multas, acidentes e muito risco o Motoboy encontra, porem por outro lado a classe experimenta certa liberdade da rotina. Alguns Motoboys tendem a precisar complementar a renda com os chamados bicos. Os mais famosos são entregar pizza à noite e finais de semana e entregas de Jornal de madrugada. Isso provoca por muitas vezes a fadiga que ajuda na imprudência de alguns. Um capítulo a patê também é a manutenção dos veículos, seria muito fácil faze-la, mas por muitas vezes não é feito por que ou não existe interesse por parte do Motoboy que prefere não gastar com uma manutenção preventiva ou a falta de um tempo para isso. No que muitas vezes resulta em acidentes. Bom bem ou mal ainda vamos ver muito mudar no universo Motoboy.


quinta-feira, 8 de março de 2012

Mais um texto sobre Gasolina.

Depois que instalei um desborbulhador(em qualquer loja de peças) e a magueira retornando para o tanque ficou ótimo. O FUSCA funciona muito bem mesmo com pouca gasolina porque o desborbulhador como diz o nome, elimina as bolhas de ar que vem quando a bomba suga o combustível. Se você instalar o módulo de ignição assistida( FET 10 no Google ou Tonella) vai dar uma grande diferença na ignição junto com cabo de vela novo e bobina de alta potência KW da bosch.
Um litro no tanque provoca 'cavitação na bomba' e não enche a cuba do carburador. Melhor vender o carro se não consegue abastecer. (Mayara Gonçalves)

quarta-feira, 7 de março de 2012

Pane seca para os Motoboys em São Paulo

Paralisação deixa mais de 80 postos sem combustível em SP, diz sindicato

Caminhoneiros pararam abastecimento desde segunda. Eles protestam contra restrições na Marginal Tietê.


No dia 7 de Março de 2012, São Paulo acorda com a greve dos Caminhões de Entregas e em prol de protestos sobre a proibição à circulação na  Marginal Tietê.
Mais de 80% dos Postos de Combustível da Capital ficaram sem combustível, e alguns poucos postos que tinham aproveitaram a oportunidade e subiram o valor do que já não é nada barato.
Nessa hora seria interessante mudar a minha Empresa de Motoboy para Venezuela.
O brasileiro é um povo muito complacente a qualquer tipo de Injustiça, vamos pagar gasolina mais caro, vamos talvez até empurrar motos e carros na rua, e para variar não duvido nada que ainda recebamos a famosa Multa do marronzinho por ficar sem Gasolina.
Alguém consegue imaginar algo mais tragicômico?

Caminhões estão proibidos na via das 5h às 9h e das 17h às 22h de segunda a sexta e das 10h às 14h aos sábados. A categoria alega que a proibição inviabiliza o trabalho dos motoristas. Nesta terça-feira (6), a Polícia Militar iniciou a realização de escoltas para os veículos que deixam as distribuidoras para abastecer serviços essenciais, como aeroportos..
(Site Midiacon News)