quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Motoboy tem prazo em São Paulo para se regulamentar.

Os prazos de regulamentação da categoria já foram estipulados.

Vou postar um Video onde matérias vão descrever a novas normas em São Paulo para a classe de Motoboys.
MOTOBOY REGULAMENTADO:



sábado, 5 de novembro de 2011

Motoboy em toda São Paulo.

Quando confeccionamos o nosso Blog, pensamos em Divulgar Motoboys e agora já temos um catalogo informal de todas as areas de São Paulo. Click em Um link e confira.
Na Zona Oeste:
  1. Motoboy Barra Funda
  2. Motoboy Butantã
  3. Motoboy Campos Eliseos
  4. Motoboy Jardim America
  5. Motoboy Jardim Paulista
  6. Motoboy Jardins
  7. Motoboy Lapa
  8. Motoboy Pacaembu
  9. Motoboy Perdizes
  10. Motoboy Pinheiros
  11. Motoboy Pompeia
  12. Motoboy Santa Cecilia
  13. Motoboy Sumaré
  14. Motoboy Vila Leopoldina
  15. Motoboy Vila Madalena
 Em breve postaremos os Links de outros Bairros. Visite nossa página no Facebook e Curta!
Alugue Motoboy Facebook.
O prego que se destaca é martelado.



sexta-feira, 28 de outubro de 2011

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Multa por apressar Motoboy


Empregadores que estimularem o pé no acelerador poderão pagar de R$ 300 a R$ 3 mil


Aprovado em Brasília - Estimular motoboys a pisar mais fundo no acelerador para fazer entregas vale multa de até R$ 3 mil a empregadores, sejam empresas ou pessoas físicas. A Lei 12.436/2011 sancionada na quarta-feira pela presidente da República, Dilma Rousseff, prevê punição a quem oferecer prêmios para atingir meta de entregas ou criar competição entre motoboys.

A nova regra também proíbe promoções que prometem gratuidade ao consumidor no caso de o entregador chegar atrasado com a encomenda. A multa mínima para as infrações é de R$ 300. Toda vez que for detectada uma tentativa de ocultar a prática para evitar a aplicação da lei, ou também nos casos de reincidência, a multa sobe para R$ 3 mil, a máxima.

Para reduzir acidentes

A nova lei já está valendo em todo território nacional, e a fiscalização deverá ficar a cargo do Ministério do Trabalho. Autor da proposta, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) considera a fiscalização imprescindível para que a legislação faça o efeito previsto, reduzindo os índices de acidentes de trânsito envolvendo motociclistas.

“A lei visa a atingir motociclistas profissionais, que ganham o pão sobre as duas rodas. Duvido que arrisquem a vida por gostarem. Fazem isso para não perder o emprego”, afirma o senador. Para Marcelo Crivella, promessas de isentar o cliente de pagamento caso o motoboy não cumpra o prazo de entrega estabelecido na ocasião do pedido é “abusiva, cruel e inconstitucional”.

Projeto quer taxista com ‘polidez’ e ‘bem-vestido’

Projeto de lei aprovado anteontem no Senado prevê que taxistas terão que fazer cursos de relações humanas, direção defensiva, primeiros socorros e mecânica e elétrica de veículos. O texto cobra ainda dos motoristas de praças que atendam os passageiros com “presteza e polidez” e vestidos adequadamente. Em municípios com mais de 50 mil habitantes, o taxímetro é obrigatório.

O projeto vai agora para a sanção da presidenta Dilma Rousseff. A proposta não prevê, no entanto, os critérios que definem as novas exigências nem quem fiscalizará.

Maurício Mattar é condenado a indenizar motoboy atropelado





O ator admitiu ter agredido o motoboy após o atropelamento.

Maurício Mattar foi condenado a pagar cerca de R$ 12,8 mil de indenização ao motoboy Rodrigo Antonio Martins de Matos, atropelado e agredido a socos e pontapés pelo ator e cantor na noite de 1º de maio de 1999, em São Paulo. O processo narra que Mattar, que dirigia uma Dodge Ram, fez uma manobra brusca na avenida Juscelino Kubitschek e derrubou Matos, que, mesmo caído e com a presença da Polícia Militar, foi vítima de socos e pontapés.
Na delegacia, o ator confessou ter espancado o motociclista, alegando ter sido incitado. De acordo com o processo, foram esgotadas as tentativas de encontrar Mattar para que ele fosse citado pelo crime. Ele foi representado por curador especial, que contestou os danos morais, o tempo de afastamento do trabalho e o salário apresentados pela defesa do motoboy.
O juiz Gustavo Dall'oglio, entretando, considerou que Matos sofreu "lesões graves (incapacidade para ocupações habituais por mais de trinta dias)", como hematomas e um dedo fraturado. "O autor permaneceu afastado das atividades profissionais por 05 (cinco) meses, tendo média salarial de R$ 532,91. Há comprovação documental dos gastos com medicação", discorre a sentença proferida na última quinta-feira, acrescentando que Mattar terá de indenizar a vítima para "desestimulá-lo a reincidir na prática do ato ilícito".
A indenização por danos morais foi fixada em R$ 10 mil, sendo que o ator ainda terá de pagar pela medicação comprada por Matos - R$ 194,98 - e pelo afastamento da vítima do trabalho - R$ 2.664,55. Além disso, Mattar terá de pagar R$ 1 mil referente a custas, despesas processuais e honorários advocatícios.
Fonte da Noticia: http://noticias.terra.com.br/

domingo, 23 de outubro de 2011

Todo Motoboy deveria ter ido - Salão das Duas Rodas 2011.

Só Maquinas Perfeitas
tentar mostrar aqui por que os Motoboys deveriam ir assistir o Salão das Duas Rodas.





quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Motoboy Brasileiro em Londres

Os motoboys, que vivem em pé de guerra com os motoristas das grandes cidades brasileiras, estão fazendo sucesso em Londres.


Apenas na SDS Express, uma das empresas de entregas da cidade, há cerca de 80 brasileiros no serviço de entregas motorizadas.

O pagamento de 300 libras (cerca de R$ 1000) a 800 libras (cerca de R$ 2700) por semana é o principal motivo para que eles busquem o trabalho na Grã-Bretanha.

"Brasileiro não tem sábado, não tem domingo, não tem frio e não tem calor. Nós trabalhamos muito e somos rápidos e é por isso que gostam do trabalho da gente aqui", diz Clésio Cléber Paiva, motoboy por oito anos em São Paulo e por três anos em Londres.

 
Preferência

A reportagem da BBC Brasil entrou em contato com a empresa para perguntar o porquê da contratação de tantos brasileiros.

Mas um representante da companhia se negou a dar entrevista, alegando questões de "sigilo comercial".

De acordo com os motoboys entrevistados, a empresa não exige visto de trabalho, porque os motoboys são tratados como autônomos.

Basta apresentar habilitação e seguro da moto para enfrentar o trânsito londrino.

"Quando tem pouco trabalho, eles dão preferência para os ingleses. Mas quando tem muito, eles contratam brasileiros. Além disso, os ingleses não gostam de trabalhar de moto no frio e os brasileiros trabalham até com chuva de canivete", disse Paiva.

O motoboy diz que os britânicos são "grossos" no trânsito.



"A única vantagem é que eles não têm tanta arma aqui. No Brasil se a gente 'rela' no retrovisor de um carro alguém já sai atirando", disse Paiva.

Como em todas as grandes cidades no Brasil, os motoboys brasileiros também têm seus pontos de encontro em Londres.

Na capital britânica, se encontram para uma bebida no Bar do Luis, em Oxford Street, e cuidam de suas motos na Oficina do Alex, que fica em Shepherd's Bush.

"Não são lugares estabelecidos, mas em geral é onde a gente vai para conversar com os colegas e falar das motos", conta o motoboy mineiro Giovanni de la Venezzia.



Reportagem do Profissão Reporter:


Reportagem Parte 01:



Reportagem parte 02






Fonte: http://noticias.uol.com.br/bbc/2002/03/05/ult36u10141.jhtm

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Guerra de Sites!


Poucas pessoas sabem que por trás de sua simples pesquisa em um Buscador existe uma verdadeira Guerra por colocação e posicionamento de Websites.
Nem imaginam que esses simples Sites de Empresas de Motoboy passam por um verdadeiro projeto de Otimização, devido à palavra MOTOBOY ser a mais cara e disputada palavra-chave do comercio de São Paulo, assisti um pouco o inicio dessa Hecatombe, vi momentos onde a aposta mais inerente à busca de clientes novos se encontrava na Internet.
Perguntei-me varias vezes o porquê!
Consegui até mesmo uma serie de questões e perguntas que não fecho para não parecer que sou dono de alguma verdade, há algum tempo trabalho com esses Sites de Divulgação da prestação de serviço de Motoboy. Já fui proprietário de Empresa de motoboy, sem esquecer de citar que já fui também Motoboy.
Vamos fazer uma pirâmide do assunto, começamos com o próprio Motoboy, passamos pelo Cliente, citamos as tragédias e acabamos em Empregadores de Motoboy, o que teríamos?
Um retrato ainda parcial do que todo mundo conhece sobre Motoboy.
Generalizam o quebrador de retrovisores por que de certa forma pertencem a classe de pessoas que já teve um retrovisor quebrado, é bem polemico isso! E nem tentaria defender a classe, mas colocaria uma explanação: Muitos desses pertencentes a essa classe ferem, derrubam e ate matam Motoboys (sem exagero) e na Natureza é comum que se crie um espirito de autopreservação onde tentem a generalizar. Uma vez eu postei: O mesmo individuo que reclama sobre a forma agressiva e rápida que um Motoboy conduz sua Moto, é o mesmo que reclama se sua pizza não chegou muito quentinha ou se aquele documento não chegou no prazo absurdamente curto. Poderiamos refletir sobre isso!
Sou indiretamente responsável por essa correria, com a Otimização do Site chamemotoboy.com.br e alguns outros, dentre eles aluguemotoboy.com.br.
Até mais e Obrigado!

Pegadinha do MOtoboy com a Moto enterrada.


Quase morro de rir! Motoboy sofre!

sábado, 8 de outubro de 2011

Um Site de Classificado de Empresas de Motoboy.

Nesse momento Muita gente especula sobre onde se tem o melhor serviço de Motoboy em São Paulo.
O seu Classificado de Motoboy em São Paulo tente, visite e confira!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Começa o Salão das duas rodas de 2011

O Salão Duas Rodas chega a sua oitava edição com recorde de expositores: serão 351 representando 803 marcas de 25 países. O Salão irá acontecer entre os dias 18 e 23 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, e reunirá montadoras, fabricantes, comerciantes e consumidores, além de técnicos e formadores de opinião. De âmbito internacional, o Salão que reúne lançamentos do segmento das duas rodas já se consolidou como uma ótima oportunidade de negócios, além de um termômetro para o setor. 

- Fabricantes e comerciantes, além de mostrarem seus pontos de vista às autoridades, podem apresentar seus lançamentos e ouvir, no corpo-a-corpo, as opiniões e preferências do público consumidor – explica Eric Henderson, Diretor da MG do Brasil, empresa organizadora do Salão Duas Rodas. 

Durante o Salão, algumas empresas farão lançamentos de produtos. É o caso da Evader, que vai apresentar sua linha de scooters a propulsão elétrica, inéditos no Brasil. Também apresentando scooters e motocicletas de baixa cilindrada, a Garini estréia no mercado brasileiro no Salão Duas Rodas e tem sua linha toda montada em Manaus. Lançado no mercado nacional em junho deste ano, o AN 125 Burgman é uma scooter desenvolvida para o mercado urbano e promete ser uma das principais atrações do estande da Suzuki. 

As bicicletas também terão destaque no Salão Duas Rodas. No estande da Abraciclo, o visitante poderá conhecer o “celerífero”, uma réplica do primeiro veículo de duas rodas que se tem registro, uma espécie de bicicleta de madeira e sem pedais. A Shimano, empresa de peças para bicicletas, vai apresentar no evento a linha 2005 e apresentar as novidades para o próximo ano. Outro lançamento será a Sting Ray, da Schwinn, que a Evader leva para o Salão com exclusividade. 

Alguns expositores também irão promover palestras sobre técnicas para pilotos. Na Honda, o público poderá assistir a seminários rápidos com os monitores do Centro Educacional de Trânsito Honda. Além disso, também será montado um plantão de vendas para tirar dúvidas sobre consórcio e produtos. Quem não resistir a tantas novidades pode dar uma voltinha nas motos disponíveis nos test-drives oferecidos pelas montadoras, já tradicionais no Salão. 

O mercado de veículos de duas rodas cresce de 5% a 8% em média e estima-se que o segmento movimente cerca de R$ 10 bilhões por ano. Segundo dados da Abraciclo (Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas e Bicicletas), o número de bicicletas aumentou 60% nos últimos três anos e hoje elas já são 60 milhões. Até o fim de 2005 devem ser produzidas mais oito milhões de unidades. O mercado de motocicletas também está em crescimento: no primeiro semestre do ano foram vendidas 228.084 motos e a expectativa é que até o final do ano sejam produzidas 1.146.000 unidades, com 170 mil para exportação. Acompanhando o crescimento das duas rodas, crescem também as vendas de capacetes, que devem chegar a 1.920.000 este ano, um aumento de 6% a 8% em relação a 2004. 

Além disso, o Salão Duas Rodas também é uma excelente opção de diversão. Durante todo o evento, o público poderá conferir shows de motos e bicicletas. As motos terão cinco espaços principais: o trial, com a equipe de Fredy Tejada e suas motos que se equilibram sobre carros e canos; o freestyle, com a equipe de Jorge Negretti desafiando a lei de gravidade em saltos inéditos; o zerinho motoshow, que testa a habilidade e a coragem dos pilotos; o whelling, com a equipe Força e Ação fazendo loucuras com as motos e o Arena Cross, uma das principais provas da modalidade no país. Este ano, a competição terá novidades, com uma pista com túnel e aumento da capacidade da arquibancada. As finais do Arena Cross acontecem no domingo, às 15h. 

Serviço 

Salão Duas Rodas 
Dias: de 18 a 23 de outubro 
Hora: das 14h às 22h 
Local: Centro de Exposições Imigrantes (Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5) 
Preço: R$18 
Forma de pagamento: dinheiro ou cartão de crédito (Visa, Visa Elétron, Amex e Mastercard) 
Estacionamento: R$ 15 (para carros – 4000 vagas) e 6.300m2 de estacionamento gratuito para visitantes que chegarem de duas rodas, com um lava-jato da Revista Duas Rodas. 
Praça de alimentação 
Banheiros 



Fonte de Noticia by: http://www.motox.com.br/publix/?id=668

Piloto australiano vive um dia de motoboy em SP




Piloto Autraliano vivendo dia de Motoboy em São Paulo
Ele é o recordista mundial de salto em distância e em altura sobre duas rodas, mas nem esse tipo de desafio preparou Robbie Maddison para a adrenalina que é viver um dia como motoboy no caótico trânsito da cidade de São Paulo (SP).
O australiano está no Brasil para a segunda etapa do Red Bull X-Fighters – circuito mundial de motocross estilo livre, que acontece nesse sábado em Brasília (DF) – passou antes pela capital paulista para a gravação de um documentário internacional.
“Maddo”, como é conhecido, seguiu os passos do motoboy profissional Karlo Maxwell ao longo de um dia de trabalho em meio ao tráfego paulistano.
“Antes de sairmos para a rua achei que ele iria se assustar no ziguezague do nosso trânsito, mas rapidinho ele pegou a mão e já estava alucinando”, se surpreendeu Karlo. “O gringo é louco mesmo!”
O sorriso estampado ao longo do dia de gravação deixou bem claro que para Robbie a passagem por Sampa foi diversão, não trabalho.
“Ouvi falar das estatísticas de acidentes com motoboys, e nesse sentido a profissão deles é muito parecida com a minha, em que lesões e fraturas também são parte do jogo”, disse o australiano, que conta mais de 20 fraturas ao longo da carreira.

“No fim das contas o trabalho deles é passar o dia todo acelerando uma moto, e isso é uma das melhores coisas para se fazer nesse mundo”, exaltou o piloto.
Maddison já está em Brasília para a disputa do Red Bull X-Fighters diante do Congresso Nacional. Ele foi o sexto colocado na abertura da temporada 2011, mês passado em Dubai.
Depois do Brasil, a competição passa ainda por Roma, Madri, Varsóvia e Sydney.


Ivete 3.9 bi turbo.

A Bahiana está fazendo 39 aninhos assim... Essa Maquinona!!!
Vai ser bom vê-la sempre assim!
A comunidade de Motoboys de São Paulo agradece!!!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Um novo SITE e uma Nova Opção

O site em questão tenta pegar do mercado de Motoboy aquele horário onde geralmente não se encontra profissional nenhum... Motoboy 24 Horas.
É mais um auxilio ao Site Chame Motoboy.


terça-feira, 10 de maio de 2011

Mudança de Direção

No dia 10 de Maio de 2011, O Site Chame Motoboy ganha uma nova roupagem e direção, Depois de atingir o Top Google com a palavra chave mais disputada do ramo MOTOBOY, houve o interesse de uma empresa nova assumir essa nova fase, a Elm Express, uma Empresa de destaque na prestação de serviços com Motoboy em São Paulo adiministrará o site Top de Google e desejamos um bom Ano de sussesso e trabalho.
 Julio Cesar.
Webmaster do Site www.chamemotoboy.com.br






domingo, 1 de maio de 2011

Site atinge o Top Google

É com uma grande satisfação que no dia 30 de Abril de 2001 tive o prazer de ver a colocação na primeira página de busca do google com a palavra chave MOTOBOY o site http://www.chamemotoboy.com.br/ . Seria como um Oscar para um cineasta, principalmente pelo fato de ser uma das palavras chave mais disputadas em São Paulo. Lavando a alma eu gostaria de ver a cara de alguns Rivais Concorrentes que apostaram o contrário, que teceram comentários de impossibilidade a execução! Agora vão me ver com meu trabalho atropelando a mediocridade de suas proprias opiniões...
A todo mundo que incentivou e acreditou, meus sinceros agradecimentos.
Julio Cesar Webdesingner.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Logo logo estaremos assim...

Se a quantidade de motoos continuarem crescendo, ficaremos desde jeito em São Paulo!

Segunda parte

A idéia não seria mostrar um final triste, mas fica um recado e um uma historia a ser pensada...

Um pouco do mundo Motoboy de São Paulo

Um pouco do mundo MOTOBOY de São Paulo, muito interessante.

terça-feira, 26 de abril de 2011

O nosso interesse e divulgar!

Adoraríamos uma sugestão para postagens de videos em nossa pagina de videos.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Atuando na zona Norte

Na Zona Norte nossa Empresa de Motoboy atua de forma rápida e segura sobre entregas de pequenas cargas, contamos com motoboys profissionais, capacitados e conhecedores de ruas na Zona Norte e toda São Paulo, Motoboy um chamado pode ser atendido sem limitações de horários ou distancias, atendemos viagens para maioria das cidades do interior de São Paulo, Litoral e ate mesmo cidades de Estados vizinhos. Nosso sistema avulso, nossos clientes faturados e nossos contratos tem sempre a comodidade de contar com a melhor logística oferecida pela Chame motoboy. Entre em contato e confira!

 Maiores informações: Contato MSN
ou pelo site www.chamemotoboy.com.br

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Empresa no Centro de São Paulo

No bairro Centro, Rua Boa Vista, Rua 15 de Novembro, Praça da Sé, Praça João Mendes, Rua Líbero Badaró e arredores,  você ou sua Empresa pode solicitar um Motoboy naquela hora que mais precisar entregas rápidas, malotes, roteiros e muitas tarefas em que motoboys podem auxilia-lo.
Nosso sistema de atendimento fornece um profissional no sistema avulso, sem necessidade de cadastro prévio e com toda segurança. O orçamento é fornecido no ato do contato, o cliente já sabe quanto vai pagar.
Por comodidade também cadastramos clientes para faturamento, o pagamento é feito em datas especificas.
Nossos motoqueiros abrangem uma área muito grande, Litoral, Interior e até mesmo Cidades em arredores do Estado de São Paulo.
Mantemos Plantões 24 horas para melhor atendê-lo.
Entre em contato conosco!
Maiores informações: cadeomotoboy@hotmail.com
Telefones para contato: (11) 3228 1024 / 3258 0355
Centro de São Paulo

Atuando na Aclimação

No bairro da Acllimação, e arredores você ou sua Empresa pode solicitar um Motoboy naquela hora que mais precisar entregas rápidas, malotes, roteiros e muitas tarefas em que motoboys podem auxilia-lo. Nosso sistema de atendimento fornece um profissional no sistema avulso, sem necessidade de cadastro prévio e com toda segurança. O orçamento é fornecido no ato do contato, o cliente já sabe quanto vai pagar. Por comodidade também cadastramos clientes para faturamento, o pagamento é feito em datas especificas. Nossos motoqueiros abrangem uma área muito grande, Litoral, Interior e até mesmo Cidades em arredores do Estado de São Paulo. Mantemos Plantões 24 horas para melhor atendê-lo. Entre em contato conosco! Maiores informações: cadeomotoboy@hotmail.com
Telefones de contato: (11) 3228 1024 / 3258 0355
Plantão 24 horas. Aclimação

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Motoboy no Centro de São Paulo

Uma Página nova divulga o trabalho de motoboys no centro de São Paulo, melhores informações: Tel (11) 3228 1024 ou 3258 0355 ou email: cadeomotoboy@hotmail.com.com , atendimento 24 horas e via MSN.
Confira!
cade o motoboy / centro de São Paulo .